Este é um Blog educacional, dedicado a discussões acadêmicas sobre a Ecologia Evolutiva. Contém chamadas específicas relacionadas às disciplinas de Ecologia da Universidade Federal de Ouro Preto, e textos didáticos gerais.
Sábado, 10 de Maio de 2008
Artigos de ponta I

Um artigo quente, sugerido pela Profa. Eneida. Abaixem ele inteiro no Portal da CAPES!!

This article is avai lab le free online at www.bla ckwell-synergy.com1* Stefano2 Matias Arim,3,4 Cherie5 Giulio De Leo,6 Andrew7 Jennifer A. Dunne,8,910 Armand M.5 David J. Marcogliese,112,9 Jane12 Pablo A.4,13,14 John P.5 Erin A. Mordecai,514 Robert15 and David W. Thieltges15

 

 

 

Parasites in food webs: the ultimate missing links

 

OnlineOpen:

 

Kevin D. Lafferty,
Allesina,
J. Briggs,
P. Dobson,

 

Pieter T. J. Johnson,
Kuris,

 

Neo D. Martinez,
Memmott,
Marquet,
McLaughlin,

 

Mercedes Pascual,
Poulin

 

Abstract

 

Parasitism is the most common consumer strategy among organisms, yet only recently has there been a call for the inclusion of infectious disease agents in food webs. The value of this  effort hinges on whether parasites affect food-web properties. Increasing evidence suggests that parasites have the potential to uniquely alter food-web topology in terms of chain length, connectance and robustness. In addition, parasites might affect ood-web stability, interaction strength and energy flow. Food-web structure also affects infectious disease dynamics because parasites depend on the ecological networks in which they live.
Empirically, incorporating parasites into food webs is straightforward. We may start with existing food webs and add parasites as nodes, or we may try to build food webs around systems for which we already have a good understanding of infectious processes. In the future, perhaps researchers will add parasites while they construct food webs. Less clear is how food-web theory can accommodate parasites. This is a deep and central roblem in theoretical biology and applied mathematics. For instance, is representing parasites with complex life cycles as a single node equivalent to representing other species with ontogenetic niche shifts as a single node? Can parasitism fit into fundamental frameworks such as the niche model? Can we integrate infectious disease models into the merging field of dynamic food-web modelling? Future progress will benefit from interdisciplinary collaborations between ecologists and infectious disease biologists.

 

Keywords

 

Disease, food web network, parasite.

 

Ecology Letters (2008) 11: 533–546


publicado por Sérvio Pontes Ribeiro às 06:37
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
posts recentes

Convite a visitar meu out...

material de aula por emai...

Mera observação

leitura de contraposição:...

Feliz dia dos professores

Para quem que notícias so...

Preparando para a prova

A mente do cientista e a ...

Resenha do livro " causa ...

Leitura para 14 de março ...

A euqação da Co-existênci...

Avaliação Final de Ecolog...

Para a prova final de Evo...

Belo Monte para cientista...

Seminários - Evolução da ...

Seminários - Evolução Hum...

SemináriosEvolução Bach 2...

Seminários Evol Bach 2011...

Seminários de Evolução 20...

orientações para a prova ...

Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Copyscape
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
arquivos

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Abril 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

links
Copyscape
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
blogs SAPO
subscrever feeds