Este é um Blog educacional, dedicado a discussões acadêmicas sobre a Ecologia Evolutiva. Contém chamadas específicas relacionadas às disciplinas de Ecologia da Universidade Federal de Ouro Preto, e textos didáticos gerais.
Sábado, 5 de Julho de 2008
Prova final de Ecologia Geral -leitura 2

Olá,

 

Desculpe alguns problemas de edição do post anterior. Foram sanados. Aqui um outro aspecto importante para a compreensão da Ecologia de Comunidades, dentro da abordagem que eu vinha dando: sucessão natural. Nós sempre falamos dela, e houve até projeto de campo sobre a questão. Entretanto, costumo abordar a seleção natural como um fenômeno contínuo, decorrente de um conjunto de pressões de predação (ou tróficas, de forma geral), competitivas e parasitárias, que vão alterando o sucesso de diferentes populações, indefinidamente. Esta é a abordagem que o Alexandre dá ao seu mestrado, e ele deve ter falado algo disto com vocês também.

 

Entretanto, para que esta abordagem integrada da sucessão natural não perca pé dos conceitos básicos, uma primeira leitura neste sentido pode ser feita também do Begon, no trecho abaixo. Um aspecto importante que o final deste pequeno texto aborda está relacionado com a fragilidade do conceito, ou da compreensão/aplicação do conceito, para situações onde o histórico de mudanças ambientais, em tempo ecológico, não é conhecido. Por que uma floresta é como ela é?

 

Atualize-se!

 

Sérvio

 

 

16.4.2 Primary and secondary successions
Our focus is on successional patterns thatoccur on newly exposed landforms. Ifthe exposed landform has not previouslybeen influenced by a community, thesequence of species is referred to as aprimary succession. Lava flows and pumice plains caused byvolcanic eruptions (see Section 16.4.3), craters caused by the impactof meteors (Cockell & Lee, 2002), substrate exposed by the retreatof a glacier (Crocker & Major, 1955) and freshly formed sand dunes(see Section 16.4.4) are examples. In cases where the vegetationof an area has been partially or completely removed, but wherewell-developed soil and seeds and spores remain, the subsequentsequence of species is termed a secondary succession. The lossof trees locally as a result of disease, high winds, fire or fellingmay lead to secondary successions, as can cultivation followedby the abandonment of farmland (so-called old field successions– see Section 16.4.5).Successions on newly exposed landformstypically take several hundredsof years to run their course. However,a precisely analagous process occursamongst the animals and  algae onrecently denuded rock walls in the marine subtidal zone, andthis succession takes only a decade or so (Hill et al., 2002). Theresearch life of an ecologist is sufficient  to encompass a subtidalsuccession but not that following glacial retreat. Fortunately,however, information can sometimes be gained over the longertimescale. Often,   successional stages in time are represented bycommunity gradients in space. The use of historic maps, carbondating or other techniques may enable the age of a communitysince exposure of the landform to be estimated. A series ofcommunities currently in existence, but corresponding to differentlengths of time since the onset of succession, can be inferred toreflect succession. However, whether or not different communities that are spread out in space really do represent various stages ofsuccession must be judged with caution. We must remember, forexample, that in northern temperate areas the vegetation we seemay still be undergoing recolonization and responding to climatic change following the last ice age (see Chapter 1).
 
Glossário:
founder control = many species are equivalent in their ability to colonize
dominance control = some potential colonizers are competitively dominant
primary succession = an exposed landform uninfluenced by a previous community
secondary succession = vestiges of a previous community still present.

 



publicado por Sérvio Pontes Ribeiro às 12:21
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
posts recentes

Convite a visitar meu out...

material de aula por emai...

Mera observação

leitura de contraposição:...

Feliz dia dos professores

Para quem que notícias so...

Preparando para a prova

A mente do cientista e a ...

Resenha do livro " causa ...

Leitura para 14 de março ...

A euqação da Co-existênci...

Avaliação Final de Ecolog...

Para a prova final de Evo...

Belo Monte para cientista...

Seminários - Evolução da ...

Seminários - Evolução Hum...

SemináriosEvolução Bach 2...

Seminários Evol Bach 2011...

Seminários de Evolução 20...

orientações para a prova ...

Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Copyscape
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
arquivos

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Abril 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

links
Copyscape
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
blogs SAPO
subscrever feeds